Otan lança um dos ataques aéreos mais pesados contra Trípoli

Pelo menos 3 pessoas teriam morrido durante bombardeios contra compolexo de Kadafi, diz tv líbia

Associated Press

24 de maio de 2011 | 09h28

TRIPOLI - A Organização do Tratado do Atlântico Norte, Otan, atacou na madrugada desta terça-feira, 24, a capital líbia com mais 20 bombardeios aéreos, ainda mais intensos, contra a fortaleza Muamar Kadafi.

 

Veja também:

especialLinha do Tempo: 40 anos da ditadura na Líbia

especialInfográfico: A revolta que abalou o Oriente Médio

especialEspecial: Os quatro atos da crise na Líbia

 

A aliança internacional tem aumentado os ataques aéreos e os esforços diplomáticos contra o regime de Kadafi, em uma tentativa de romper o atual impasse no país, com o rebeldes no leste e Kadafi mantendo seu poder sobre a maioria do oeste.

 

Os ataques aéreos da Otan foram realizados em rápida sucessão, num prazo de meia hora, desencadeando uma série de explosões e levantando muita fumaça de uma extensa área em torno do complexo de Kadafi de Bab al-Aziziya no centro de Tripoli.

 

O porta-voz do governo líbio, Ibrahim Moussa, disse que pelo menos três pessoas morreram e dezenas ficaram feridos nos ataques da Otan que tiveram como alvo o que ele descreveu como os "edifícios utilizados por unidades de voluntários do exército líbio".

 

A Otan disse em um comunicado que uma série de armas guiadas com precisão atingiu uma instalação de armazenagem de veículos junto de Bab al-Aziziya, que tem sido usada para abastecer as forças regime "para realizar ataques contra civis".

 

Não ficou imediatamente claro se a instalação foi o único alvo atingido no ataque. Bab al-Aziziya, que inclui uma série de instalações militares, foi já bombardeado diversas vezes por ataques da Otan.

 

Ainda nesta terça-feira, um importante diplomata dos EUA disse que o presidente Barack Obama convidou o Conselho de Transição Nacional, dos rebeldes líbios, para abrir um escritório em Washington.

 

Leia mais:

linkSoldados dizem que Kadafi ordenou 'estupros coletivos' na Líbia

linkForças de Kadafi bombardeiam arredores de Misrata, dizem rebeldes

Tudo o que sabemos sobre:
LíbiaataquesOtanKadafiintervenção

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.