Otan pede à Austrália mais tropas no Afeganistão para eleições

O país já tem mais de mil soldados na região sul do país; desde 2002, nove australianos já morreram

Efe

18 de março de 2009 | 04h28

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) pediu à Austrália que envie mais tropas ao Afeganistão para ajudar a garantir a segurança durante as próximas eleições, anunciou nesta quarta-feira, 18, o chanceler australiano, Stephen Smith.

  

linkBomba explode e fere 3 em Cabul

 

Smith explicou que a Aliança Atlântica estendeu o pedido a todas as nações que fazem parte da coalizão internacional no Afeganistão.

 

A Austrália tem mais de mil soldados na região sul do país e seu contingente é o maior entre os não-membros da Otan. Camberra já afirmou que ampliaria suas forças se a organização tivesse um plano para derrotar os talebans.

 

Desde 2002, a Austrália perdeu nove soldados no Afeganistão, mas Smith considerou que as consequências de uma retirada seriam muito piores.

 

O governo australiano já destinou mais de US$ 2 milhões para a preparação das eleições no Afeganistão.

 

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoAustráliaOtan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.