Otan pede que Coreia do Norte cancele lançamento de foguete

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) pediu nesta quarta-feira que a Coreia do Norte cancele seus planos para o segundo lançamento de foguetes de 2012, dizendo que isso violaria as resoluções da ONU e poderia desestabilizar ainda mais a península coreana.

Reuters

05 de dezembro de 2012 | 21h42

Os embaixadores da Otan expressaram "grave preocupação com a intenção declarada da Coreia do Norte de lançar um foguete usando uma tecnologia de mísseis balísticos neste mês", afirmou o comunicado da aliança.

"Pedimos às autoridades norte-coreanas que cumpram suas obrigações sob a lei internacional e cumpram completamente o desejo da comunidade internacional conforme manifestado pelo Conselho de Segurança da ONU e a moratória a lançamentos de mísseis."

A agência estatal de notícias norte-coreana anunciou a decisão de lançar outro satélite espacial no sábado. Reportagens revelaram que a Coreia do Norte avisou seus vizinhos de que o foguete tomaria o mesmo caminho planejado pelo lançamento fracassado de abril.

Rússia e China pediram na segunda-feira à Coreia do Norte que suspenda o lançamento.

(Reportagem de Adrian Croft)

Mais conteúdo sobre:
OTANCOREIANFOGUETE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.