Otan reafirma solidariedade interna para solução pacífica

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) superou neste domingo um impasse de um mês sobre os preparativos para o caso de uma guerra contra o Iraque ao reafirmar a solidariedade da aliança e apoiar os esforços no âmbito das Nações Unidas para se obter uma solução pacífica. "A solidariedade da aliança foi restabelecida", comemorou o secretário-geral da entidade, lorde George Robertson. "Conseguimos superar o impasse em conjunto."Depois de a França ter deixado a reunião, Alemanha e Bélgica derrubaram suas objeções ao início imediato do planejamento para a defesa da Turquia, disseram fontes ligadas à reunião. Os preparativos deverão ser iniciados nos próximos dias. A Bélgica emendou uma objeção de última hora ao insistir em vincular um eventual deslocamento de tropas da Otan com os desdobramentos no Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU).A declaração final diz que a Otan continua apoiando "os esforços no âmbito da ONU para que se encontre uma solução pacífica para a crise". Diplomatas da Otan revelaram que, inicialmente, os Estados Unidos e seus aliados eram contrários em vincular as decisões da aliança atlântica a qualquer outra organização.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.