Otan realiza o treinamento de mais de 1.500 militares iraquianos

Quase 1.500 oficiais iraquianos passaram pelo programa de treinamento da Otan no ano passado. Dois terços deles estão recebendo as instruções dentro do país, e os demais recebem o curso em bases na Europa, disse a aliança nesta quarta-feira.Os treinadores da Otan trabalham no Iraque desde agosto de 2004 e focalizam os serviços em oficiais de alto e médio nível. O treinamento é fornecido em uma universidade aberta nas redondezas de Bagdá, em setembro do ano passado, com um contingente de 160 funcionários.Apesar do programa ter sido colocado em segundo plano devido à operação dos EUA para a reconstrução do Iraque e seu exército, a Otan diz que agora, mais do que nunca, é necessário que as forças locais sejam capazes de manter a ordem no país. O papel da Otan no Iraque tem se limitado à missão de treinamento, abastecendo as forças iraquianas de equipamento e algum apoio logístico.Muitos dos 26 países aliados se negaram a mandar tropas para servir na missão de treinamento no Iraque, mas todos concordaram em ajudar de alguma forma, treinando os iraquianos fora do país ou contribuindo com os custos, que foram algo em torno de ?11 milhões (U$13 milhões) em 2005.A OTAN coordenou o suplemento de ?100 milhões (U$120 milhões) de equipamentos militares para o Iraque no ano passado, incluindo 77 tanques da Hungria e 17.000 rifles AK-47 da Eslovênia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.