Otan se retira e afegãos retomam controle de cidade

Tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) passaram hoje a segurança da cidade de Mehterlam, capital da província de Laghman, no leste do Afeganistão, para forças do governo afegão, no mais recente passo na transição que levará à retirada total dos militares ocidentais do Afeganistão em 2014. Os soldados norte-americanos, embora tenham se retirado de Mehterlam, vão manter forças em outras áreas da província de Laghman, onde ocorrem combates contra o Taleban e outros grupos insurgentes afegãos.

AE, Agência Estado

19 de julho de 2011 | 12h59

Oficiais da Otan disseram que a entrega das responsabilidades em Laghman significa que existe progresso na situação militar do Afeganistão. "Acima de tudo, isso é uma demonstração visível para o povo afegão de que cresce a capacidade do governo local, bem como sua habilidade em melhorar a vida dos cidadãos", disse o general James Bucknall, vice-comandante das forças da Otan.

Mehterlam é uma das sete cidades e províncias cujo controle está sendo transferido neste mês ao governo afegão, na primeira fase de um plano de três anos e meio de retirada das tropas da Otan. No domingo, o controle militar da relativamente pacífica província de Bamiyan foi entregue aos militares afegãos. A entrega de controle também começou na província de Panjshir, no norte do país.

As duas são as únicas províncias que serão entregues no momento. As outras cidades com retiradas de tropas da Otan são Lashkar Gah, no sul afegão, Herat no oeste e Mazar-i-Sharif, no norte. As tropas afegãs também tomarão o controle da província de Cabul, com exceção do distrito de Surobi. A violência no Afeganistão, contudo, cresceu desde que o presidente Hamid Karzai anunciou em 22 de março que as tropas afegãs retomariam o controle de sete províncias e cidades.

Na cidade de Lashkar Gah, uma das que serão entregues neste mês aos afegãos, sete policiais foram mortos ontem em um posto de controle. Lashkar Gah é a capital da província de Helmand, assolada pelo Taleban. Grande parte da violência pode ser atribuída a tentativas do Taleban em retomar território perdido para a Otan e as tropas regulares afegãs no inverno passado, mas os ataques dos fundamentalistas se estenderam para o leste, ao longo das províncias da fronteira com o Paquistão, onde os insurgentes possuem esconderijos seguros. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoOtanretirada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.