Outro helicóptero da forças da Otan cai no Afeganistão

Um segundo helicóptero da Otan caiu na província oriental afegã de Paktia nesta segunda-feira. A coalizão, liderada pelos EUA, disse em comunicado que está investigando a causa de mais esta queda e que, aparentemente, não houve baixas. Na madrugada de sábado, um outro helicóptero da coalizão caiu no leste da província afegã de Maidan Wardak, matando as 38 pessoas que estavam a bordo. Eram 31 soldados americanos e 7 afegãos. Na ocasião, o helicóptero seguia para dar apoio às forças da Otan, em terra, que estavam sendo atacadas pelos insurgentes.

Agência Estado

08 de agosto de 2011 | 05h01

Nesta segunda-feira, um funcionário do governo afegão disse às agências que a queda do helicóptero no sábado deu-se em virtude de uma armadilha preparada pelo Taleban, que teria dado informações falsas aos pilotos da aeronave. Uma fonte taleban disse que o helicóptero foi atraído para um local e alvejado de ambos os lados, inclusive por "armamentos modernos". Uma fonte do governo informou, sob anonimato, que o governo do presidente Hamid Karzai acredita que o ataque tenha sido uma retaliação pela morte de Osama bin Laden, ocorrida em maio. Em termos do número de mortes, foi o pior incidente envolvendo tropas estrangeiras em dez anos de conflito. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.