Outros setores unem-se a protesto de indígenas

A marcha de 20 mil indígenas pedindo terras e em protesto contra a violência recebeu ontem o apoio de funcionários públicos e sindicatos, que marcaram para hoje uma greve de 24 horas. Também em apoio à marcha, estudantes bloquearam várias ruas de Bogotá. A manifestação indígena, porém, ficou paralisada ontem depois que dois líderes morreram na terça-feira, em confronto com a polícia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.