Outubro termina com 1.289 iraquianos mortos

Segundo estatísticas do Ministério do Interior, 1.289 iraquianos morreram em diferentes atos violentos durante o mês de outubro. Entre as vítimas de ataques armados, explosões e assassinatos sectários e políticos, 139 eram policiais ou militares, informaram autoridades nesta quinta-feira, 2. Pelo menos 119 policiais iraquianos foram mortos em tiroteios, seqüestros e ataques a bomba somente no mês passado, informou o Ministério do Interior. O relatório, elaborado a partir das informações dos ministérios do Interior, Defesa e Saúde, afirma que em outubro morreram 199 pessoas a mais que em setembro, um aumento de 17%. Segundo os dados do Ministério do Interior, morreram em média 41 pessoas por dia no Iraque durante o mês de outubro, que coincidiu com o Ramadã, período de jejum e recolhimento muçulmano. No mesmo mês morreram pelo menos 104 soldados americanos em diferentes ataques da insurgência. De acordo com a polícia local, somente nesta quinta-feira bombardeios e tiroteios deixaram pelo menos oito mortos e 42 feridos em Bagdá e em outras partes do país. Conteúdo ampliado às 16:41

Agencia Estado,

02 Novembro 2006 | 06h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.