Oviedo lidera pesquisas eleitorais no Paraguai

O ex-general Lino Oviedo lidera as pesquisas de intenção de voto para as eleições presidenciais de abril de 2003, apesar de estar legalmente proibido de participar da corrida eleitoral. Na pesquisa publicada hoje pelo jornal ABC Color, Oviedo recebeu o apoio de 29,2% dos eleitores, tomando pequena dianteira em relação ao principal aspirante e atual chefe do Partido Colorado, Nicanor Duarte Frutos, que obteve 26,2%. Oviedo, de 59 anos, foragido no Brasil e tem pendente o cumprimento de uma condenação a 10 anos de prisão por uma tentativa de golpe, em 1996, contra o então presidente Juan Wasmosy. Além disso, está sendo acusado de ter ordenado, em março de 1999, o assassinato do vice-presidente Luis Argaña e de sete manifestantes. O ex-vice-presidente Julio César Franco, do Partido Liberal Radical Autêntico (PLRA), que renunciou recentemente a seu cargo para candidatar-se a presidente, recebeu 17,7% das preferências, enquanto que o líder do novo partido Patria Querida, Pedro Fadul, obteve 15,2%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.