Pacifistas israelenses e colonos judeus se enfrentam em Hebron

Dezenas de ativistas do movimento israelense Paz Agora entraram em choque hoje com colonos judeus quando tentavam ingressar no setor judaico de Hebron, onde vivem cerca de 400 pessoas, para protestar contra a expansão dos assentamentos em território palestino.O Exército de Israel interveio para separar os pacifistas dos colonos, aos quais se uniram vários extremistas da direita israelense. O Paz Agora protesta contra a construção de um corredor para unir os colonos do centro de Hebron com os residentes no assentamento de Kieyat Arba, a 3 quilômetros de distância.O projeto, aprovado pelo governo, pode requerer a destruição de várias casas de palestinos. Vivem na cidade cerca de 120 mil palestinos e 400 colonos judeus fortemente protegidos pelo Exército.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.