Pacifistas querem lotar o centro de Berlim contra a guerra

Pacifistas alemães informaram que aguardam a presença de cerca de 80.000 manifestantes para lotar o centro de Berlim durante o fim de semana, como parte de manifestações pela Europa e resto do mundo contra uma eventual ofensiva militar dos Estados Unidos contra o Iraque.Cerca de 400 ônibus especiais foram fretados para trazer para a capital manifestantes de todas as partes da Alemanha, revelaram os organizadores. Eles dizem contar com o apoio de mais de 50 organizações - inclusive igrejas e sindicatos alemães - para o protesto de sábado, que terminará no Portão de Brandemburgo, um dos símbolos de Berlim.O chanceler Gerhard Schroeder opõe-se firmemente a uma guerra contra o Iraque e garante que a Alemanha não apoiará uma nova resolução no Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU) para permitir a guerra. A Alemanha iniciou, em 1º de janeiro, um mandato de dois anos como membro não-permanente do CS.Manifestações similares também deverão ocorrer em Londres e outras cidades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.