Pacifistas são detidos em Washington

Dezenas de manifestantes contrários à guerra foram detidos nesta segunda-feira em frente ao Capitólio, no prosseguimento do que promete ser uma semana de manifestações em oposição ao início de um conflito armado entre Estados Unidos e Iraque. Durante o dia, uma passeata reuniu mais de 100 pessoas que caminharam pacificamente entre uma igreja no sudoeste da cidade e a colina do Capitólio, onde se localiza a sede do Congresso norte-americano. Cinqüenta e quatro pessoas foram detidas por cruzarem o bloqueio policial, inclusive familiares de pessoas mortas nos atentados de 11 de setembro de 2001, disse Jessica Gissubel, porta-voz da polícia do Capitólio. A pacifista Nadine Block criticou os membros do Congresso por não terem manifestado sua oposição à guerra. Dezenas de milhares de pacifistas chegaram à capital norte-americana durante o fim de semana. No sábado, milhares lotaram as ruas em torno da Casa Branca. Na noite de ontem, centenas de pessoas realizaram uma vigília no Memorial Lincoln.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.