Pacote suspeito é achado na embaixada grega em Roma

Policiais e especialistas em bombas foram enviados hoje para a embaixada da Grécia em Roma, depois da descoberta de um pacote-bomba, segundo informaram as autoridades locais. Ninguém ficou ferido.

AE, Agência Estado

27 de dezembro de 2010 | 13h19

A descoberta dos objetos ocorre após as explosões de pacotes-bomba nas embaixadas do Chile e da Suíça em Roma na sexta-feira, que feriram duas pessoas. Um grupo ligado a anarquistas gregos assumiu a responsabilidade pelo ataque.

Em Atenas, o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores grego, Gregoris Delavekouras, disse que ninguém ficou ferido hoje, já que medidas de segurança intensificadas foram colocadas em ação. "A embaixada foi evacuada e os funcionários reunidos a uma certa distância do prédio, para que pudéssemos contá-los", disse. "Medidas de segurança mais austeras já foram aplicadas na embaixada grega e em outras representações diplomáticas, de forma que o procedimento a ser tomado era claro. A questão agora está nas mãos da polícia italiana".

Relatos de pacotes suspeitos encontrados nas embaixadas da Venezuela e de Mônaco eram falsos, conforme informaram a polícia e veículos de comunicação. Nos últimos dias, ocorreram vários relatos de pacotes suspeitos que se mostraram falsos. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.