Pacto selou fim de inimizade

Até 1979, quando foi firmado o Acordo de Camp David, Israel via o Egito como seu principal inimigo, ao lado da Síria. Egípcios e israelenses haviam travado três guerras - em 1948, 1967 e 1973 - e eram frequentes as escaramuças de fronteira. Com o fim da Guerra do Yom Kippur (1973), o Egito do ditador Anwar Sadat deixou a esfera soviética e aproximou-se dos EUA. Quatro anos depois, subitamente fez uma visita oficial a Israel, com quem celebrou em 1979 a paz. Em troca da Península do Sinai, o Cairo foi o primeiro país árabe a reconhecer Israel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.