Padre condenado a 20 anos por abuso sexual, em El Salvador

Uma corte em El Salvador condenou um padre católico a 20 anos de prisão, na terça-feira, por abusar de um coroinha de 11 anos de idade. É a primeira sentença desse tipo naquele país da América Central. Jose Daniel Rivas, de 60 anos, foi condenado em três julgamentos pelo crime cometido no ano passado, na cidade de San Cristobal, a cerca de 35 km a leste da capital. "Até agora, não há jurisprudência deste tipo de crime no país", afirmou o oficial da Corte, Jose Luis Funes, à Reuteurs. Um pouco acima do país da América Central, milhares de reivindicações no mesmo sentido vêm sendo feitas à Justiça norte-americana, desde que um abuso sexual cometido por um padre quebrou o sigilo da Igreja Católica a respeito da pedofilia entre os religiosos, em 2002. No México, a Igreja e a polícia são acusadas de arquivar e ocultar abuso semelhante cometido por padres e envolvendo coroinhas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.