Padre sofre atentado na Catedral de Santiago

Um padre italiano que acabara de celebrar uma missa na Catedral de Santiago foi atacado a facadas. Segundo a polícia, o homicida pode ter agido por motivações "satânicas". O sacerdote Faustino Gazziero, de 69 anos, foi atacado quando descia o altar rumo à sacristia. Dezenas de fiéis escutaram, horrorizados, os gritos de desespero do padre, mas nenhum testemunhou o crime. O assassino foi identificado pela polícia como Rodrigo Orias, de 25 anos.Alguns fiéis disseram à imprensa chilena que, ao atacar o sacerdote, Orias gritou algo parecido com "satã" e que untou o rosto com o sangue do morto e se feriu com a mesma faca utilizada no crime. Orias foi levado a um hospital e está em condições estáveis de saúde. Na casa do agressor, a polícia encontrou um crucifixo de ponta cabeça e lençóis pretos sobre a cama. Um vizinho disse que Orias era uma pessoa tranqüila, mas que se vestia sempre "com um casaco preto comprido".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.