Padres cometem mais abusos do que se imaginava, diz bispo

O bispo Carlos González, ex-presidente da Conferência Episcopal chilena, comentou que existem mais casos de abusos sexuais contra menores por parte de religiosos ligados à Igreja Católica do que se imaginava. Ele pediu "compreensão" e fez um chamado para que a verdade não seja deixada de lado."Pensávamos que se tratavam de casos excepcionais, mas estas situações dolorosas são numericamente maiores do que se havia pensado", escreveu ele num artigo publicado no jornal El Mercurio. "Nós erramos na escolha de alguns candidatos ao sacerdócio. Estamos pagando por esse erro e isto nos ajuda a entender que todos podemos errar", prosseguiu o bispo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.