Pagamento de aposentaria provoca caos em Bagdá

A agência iraquiana responsável pela previdência social realizou hoje o primeiro pagamento de pensões desde o início da guerra, provocando o caos quando os pensionistas e seus familiares confrontaram soldados americanos para tentar entrar no prédio onde o dinheiro estava sendo entregue, em Bagdá.Mais de 5 mil pensionistas e seus familiares chegaram ao edifício governamental hoje pela manhã para receber um pagamento inicial de emergência de US$ 40. O dinheiro será destinado a ajudar os pensionistas até que se possa reconstruir milhares de documentos saqueados depois da chegada das tropas americanas a Bagdá.A previdência iraquiana planeja pagar pensões a mais de 350 mil pessoas nos próximos 30 dias, uma média de 14 mil por dia.Como medida de segurança, os soldados americanos cercaram com arame o edifício governamental no sábado. Hoje pela manhã, uma multidão começou a chegar ao local e alguns tentaram passar por cima da cerca. Muitos homens caíram sobre o arame e se cortaram; algumas mulheres agrediram e chegaram a morder soldados para tentar entrar no prédio.Os soldados tentaram acalmar os ânimos exortando a multidão através de megafones - com a ajuda de um tradutor - e apontando armas contra as pessoas. Mais de uma dezena de homens foram detidos, mas mais tarde foram postos em liberdade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.