''Paguei para evitar golpe'', diz Fujimori

O ex-presidente peruano Alberto Fujimori declarou-se ontem inocente durante sua defesa no julgamento em que é acusado de peculato e falsidade ideológica. Ele alegou que, em 2000, pagou US$ 15 milhões a seu ex-assessor Vladimiro Montesinos com fundos do Tesouro para evitar um golpe de Estado. Segundo Fujimori, Montesinos lideraria um golpe, pois tinha acabado de ser demitido de seu cargo de chefe de inteligência do Peru.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.