Pai afegão entrega filhos ao Taleban para que se explodam

Um pai afegão entregou dois de seus sete filhos ao Taleban para que se convertam em terroristas suicidas como vingança pela morte outro filho, de 11 anos, por soldados da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte). O homem, identificado apenas como Zamarai, disse que os soldados mataram seu filho por engano. Após uma investigação, a Otan inocentou os soldados, qualificou a morte como "um incidente trágico" e ofereceu US$ 2.500 como indenização à família. Revoltado, Zemarai procurou o Taleban e ofereceu dois outros filhos para que sejam treinados para se tornarem homens-bomba e vingar o irmão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.