Pai enterra seus cinco filhos e fala sobre cada um

Russell Yates, o pai das cinco crianças supostamente afogadas pela mãe, fez um emocionado discurso de despedida nesta quarta-feira durante o funeral de seus filhos. "Eu não poderia dizer a vocês tudo o que é possível saber sobre cada um deles", disse. "Mas eu posso lhes fornecer uma pequena luz sobre como eles eram: Noah (7 anos) era inteligente, independente e amante de insetos; John (5), duro e baderneiro, com um grande sorriso; Paul (3), o mais comportado; Luke (2), o criador de caso; e Mary (seis meses), a princesa da família". Depois de proferir essas palavras, Yates depositou uma coroa de flores ao lado de cada pequeno caixão, antes que eles fossem fechados pela última vez.Cerca de 500 pessoas compareceram ao enterro das crianças, realizado em um cemitério próximo à Igreja de Cristo, em Clear Lake. A mãe das crianças, Andrea Yates, permanece presa sob uma vigilância de 24 horas para evitar que cometa suicídio.Segundo pessoas próximas à família, ela estava sofrendo de depressão pós-parto no momento dos assassinatos. Ela foi indiciada por assassinato em primeiro grau. A polícia foi chamada à casa dos Yates, no subúrbio de Houston, em 20 de junho. Lá, encontraram os corpos de quatro das cinco crianças ainda molhados e sobre a cama. Noah foi encontrado na banheira. Segundo a polícia, Andrea Yates confessou ter afogado seus filhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.