Painel da FDA endossa novo remédio contra hepatite C

Um painel de especialistas da Agência de Drogas e Alimentos dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) recomendou hoje um remédio experimental da Vertex Pharmaceuticals para o tratamento do vírus da hepatite C, apesar da alta taxa de queixas sobre erupções cutâneas de quase metade dos pacientes.

AE, Agência Estado

28 de abril de 2011 | 19h10

O painel aprovou a droga como segura e eficiente por unanimidade (18 votos a zero). A FDA não é obrigada a seguir a recomendação do painel de especialistas, mas é o que costuma acontecer. A decisão final da agência é esperada para o dia 23 de maio. A FDA se reuniu por dois dias para analisar duas novas drogas que bloqueiam a enzima responsável pela reprodução do vírus da hepatite.

Ontem, o mesmo painel recomendou também por unanimidade o boceprevir, da Merck. A conclusão baseou-se em estudos demonstrando que o remédio cura uma porcentagem maior de pacientes do que os medicamentos que vêm sendo usados no combate à doença há mais de 20 anos. No entanto, os especialistas advertiram para efeitos colaterais, como anemia e diminuição na contagem de glóbulos sanguíneos. Nos Estados Unidos, estima-se que a doença atinja mais de 3 milhões de pessoas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
saúdehepatite CdoençaremédioFDAEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.