Painel da guerra: tropas param a 80 km de Bagdá

As tropas americanas e britânicas seguem ao norte, rumo a Bagdá, apesar de alguma resistência no dia em que o presidente Saddam Hussein foi à TV, dizendo ?a vitória será nossa?.A 3° Divisão mecanizada do Exército americano avançava em direção a Karbala, a cidade santa dos xiitas a apenas 80 quilômetros do sul de Bagdá, mas foi detida por uma forte tempestade de areia.Mobilizadas, as tropas tiveram o reforço da aviação que destruiu uma coluna de blindados iraquianos e obrigou outros sistemas de defesa de Saddam a retornar a capital. No sul, em Najaf, tropas iraquianas responderam aos ataques com fogo antiaéreo e foi divulgada a primeira baixa britânica em combate no conflito.?Combateremos, combateremos o mal. O mal será derrotado?, disse Saddam, falando na televisão iraquiana, com uniforme de campanha e uma expressão tranqüila. ?A vitória será nossa e pronto. Vocês estão seguindo as ordens de Deus de cortar a garganta deles?.O ministro da Informação Mohammed Said al Sajjaf disse que ?alguns camponeses? haviam derrubado dois helicópteros Apaches e detiveram os dois pilotos. ?Um grupo de camponeses derrubou dois helicópteros a tiros?. No entanto, a TV iraquiana mostrou somente um helicóptero, derrubado em um matagal. O Pentágono confirmou que apenas um Apache foi capturado por forças iraquianas, mas negou que tenha sido abatido. Segundo o governo americano, o Apache pouso por problemas técnicos. A abate dos Apaches e a prisão dos dois tripulantes vêm apenas um dia depois que a TV Al Jazira mostrou imagens de cinco americanos capturados em Nassíria sendo interrogados por iraquianos. A TV do Catar também mostrou o que seriam os corpos de cinco americanos mortos em confronto.As baixas entre a coalizão anglo-americana aumentaram depois que se divulgou que dois britânicos estavam desaparecidos. O veículo em que eles viajavam foi atacado no sul do Iraque. O ataque teria ocorrido no domingo, mas não há detalhes até esta tarde de segunda-feira.Outros doze soldados americanos estão desaparecidos, possivelmente capturados por iraquianos em uma emboscada contra um comboio de reabastecimento do Exército em Nassíria, em uma ponte sobre o rio Eufrates, ao noroeste de Basra. A região viveu no domingo o mais forte enfrentamento da guerra até esta hora. Na Turquia, uma comitiva norte-americana foi enviado a Ancara para discutir os planos do governo turco de enviar tropas à fronteira com o Iraque. Washington teme um incidente com soldados da coalizão anglo-americana ou combate com curdos iraquianos. Em um recado ao governo turco, Bush disse que não espera "sua presença no norte do Iraque?.O governo turco também anunciou o fechamento do espaçoaéreo para os mísseis Tomahawk, de acordo com informações da retransmissora turca da CNN.O fechamento foi determinado após dois mísseis Tomahawknorte-americanos terem caído ontem na Turquia, em virtude de "problemas técnicos".Os mísseis caíram em uma zona não habitada e ninguém ficou ferido. O primeiro míssil, a cerca de 100 quilômetros dafronteira com a Síria. Três horas depois, o segundo míssil caiu a 200 quilômetros de distância do primeiro.A Turquia tinha decidido abrir seu espaço aéreo aos mísseis na noite de sexta-feira. Nesta manhã, vários bombardeiros B52 entraram no espaço aéreo turco a caminho do Iraque.Em outro incidente, um ônibus foi atingido na fronteira entre Síria e Iraque por um míssil americano. Cinco pessoas morreram.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.