País Basco adiantará as eleições legislativas

O governo do País Basco, na Espanha, anunciou nesta terça-feira que adiantará as eleições regionais, que colocam fim a uma legislatura marcada pela renúncia definitiva à violência do grupo separatista ETA. Há alguns meses, o presidente basco Patxi López, do Partido Socialista, rechaçou as medidas de austeridade implantadas pelo governo do Partido Popular, seu aliado, em Madri. A medida deixou López com minoria no Parlamento e com isso decidiu por convocar as eleições.

AE, Agência Estado

21 de agosto de 2012 | 12h34

A votação ocorre no dia 21 de outubro, cinco meses antes do término previsto do mandato do atual governo. As pesquisas de intenção de voto preveem a vitória do Partido Nacionalista Basco, que governou a região por 20 anos, até a chegada de López ao poder. Em segundo lugar vem a coalizão pela independência basca Bildu, que inclui partidos proscritos nas eleições de 2009 por terem vínculos com o ETA, grupo reconhecido como terrorista pelos Estados Unidos e União Europeia.

López deu por encerrada a legislatura e assegurou que seu governo pôs em marcha todas as medidas para combater a crise econômica e, sobretudo, conseguiu lançar as bases para o fim do ETA. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaPaís Bascoeleição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.