País eleva segurança em arsenal nuclear

Mais de 10 mil soldados foram destacados para garantir a segurança do arsenal nuclear do Paquistão. O general responsável pelo programa atômico do país, Khalid Kidwai, afirmou que a medida foi tomada por causa do aumento no número de ataques terroristas. Kidwai assegurou, porém, que não há nenhuma informação de inteligência que indique que militantes islâmicos planejem roubar as armas nucleares do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.