País isola área de vazamento tóxico

A Coreia do Sul criou uma zona especial de desastre em torno de uma fábrica que sofreu um vazamento de 8 toneladas de ácido fluorídrico, uma substância altamente tóxica. O acidente matou cinco pessoas no dia 27 de setembro na cidade de Gumi, a 200 km da capital, Seul. Trezentos moradores foram retirados da área do vazamento e 3 mil pessoas buscaram tratamento após sentirem náuseas.

O Estado de S.Paulo

09 de outubro de 2012 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.