País precisa revisar regulamentação nuclear, diz premiê japonês

Kan disse que permitirá a reabertura de usinas nucleares que foram desativadas para inspeções

REUTERS

18 de maio de 2011 | 07h32

O primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, disse nesta quarta-feira, 18, que o Japão precisa repensar a forma que a energia nuclear é regulamentada no país, mas se esquivou da questão sobre quão grande será o papel da energia nuclear no futuro do país.

O Japão está tentando conter uma crise no complexo nuclear de Fukushima Daiichi, após um terremoto de magnitude 9 seguido de um tsunami em 11 de março que afetaram o sistema de resfriamento da usina, levando a vazamentos de radiação.

"Precisamos considerar completamente o que precisa ser feito para aprimorar a segurança da energia nuclear", disse Kan em entrevista coletiva.

Kan, que tem sido alvo de críticas pela forma que gerenciou a crise nuclear, também disse que permitirá a reabertura de usinas nucleares que foram desativadas para inspeções assim que elas atenderem a padrões de segurança e emergência.

Tudo o que sabemos sobre:
JAPAOPREMIENUCLEAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.