País retoma busca por vítimas da ditadura

O governo do Uruguai ordenou a retomada da procura pelos corpos dos desaparecidos da ditadura militar. As escavações serão feitas em um batalhão nos arredores de Montevidéu. Os trabalhos começarão em fevereiro. Segundo historiadores e organizações de defesa dos direitos humanos, os militares teriam assassinado 34 pessoas. Além disso, 106 civis foram executados no exterior, mas enterrados no Uruguai.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.