País se prepara para 2º tufão em uma semana

Após ter sido atingido pelo Bolaven, que deixou 18 mortos no começo da semana, a Coreia do Sul aguarda a chegada de outro tufão, o Tebim. Rotas marítimas foram suspensas, aeroportos cancelaram voos e escolas reajustaram seus horários ou foram fechadas ontem. O serviço de meteorologia da Coreia do Sul prevê ventos de até 112 km/h e chuvas torrenciais em várias partes do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.