País testa míssil, mas quer dialogar

Em conversa com o enviado americano Stephen Bosworth, oficiais norte-coreanos expressaram a intenção de prosseguir as negociações sobre o desarmamento nuclear do país. O tom conciliador contrasta com informações recentes de que Pyongyang estaria prestes a testar novamente o míssil Taepodong-2 - que, teoricamente, poderia alcançar o oeste dos Estados Unidos. O modelo foi testado em 2006 e falhou. De acordo com Bosworth, as autoridades norte-coreanas não quiseram falar sobre o teste.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.