Países árabes pedem fim da intervenção da Síria no Líbano

Ministros de países do Golfo Pérsico pediram que o governo da Síria respeite a resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas e retire suas tropas do Líbano, num raro momento de crítica coletiva às políticas de uma nação árabe. O impulso pela retirada da Síria vem crescendo no mundo árabe. O chanceler da Jordânia declarou, em separado, que seu país apóia a exigência das Nações Unidas.Como os jordanianos, ministros dois seis países do Conselho de Cooperação do Golfo disseram que resoluções internacionais devem ser seguidas, e que as nações não devem ter permissão de escolher quais querem seguir."O Conselho apóia resoluções internacionalmente legítimas, (incluindo) a mais recente decisão emitida pelo conselho de Segurança, exigindo a retirada de todas as forças do Líbano", disse o chanceler do Kuwait, xeque Mohammed Sabah Al Salem AlSabah.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.