Países islâmicos pedem fim da ofensiva israelense em Gaza

Os ministros de Assuntos Exteriores de nove países islâmicos, reunidos no Irã para discutir a situação no vizinho Iraque, pediram o fim da operação militar israelense em Gaza, e criticaram o "silêncio internacional" sobre essa ofensiva.Segundo informa hoje a agência iraniana de notícias "Mehr", o pedido faz parte de um comunicado divulgado ontem à noite ao término da primeira jornada da reunião de dois dias que os chefes da diplomacia do Iraque, Irã, Kuwait, Síria, Turquia, Jordânia, Arábia Saudita, Egito e Barein realizam em Teerã.Os participantes pediram que o Conselho de Segurança da ONU "assuma suas responsabilidades contra o descumprimento israelense das leis internacionais e dos princípios de direitos humanos", acrescenta a agência.O Exército israelense lançou a operação "Chuva de Verão" na Faixa de Gaza, em uma tentativa de resgatar o soldado israelense Gilad Shalit, capturado em 25 de junho passado por comandos palestinos em uma base militar.Os titulares de Assuntos Exteriores dos vizinhos do Iraque, mais Egito e Barein, devem concluir hoje sua conferência em Teerã com um comunicado no qual devem expressar sua postura sobre a situação na zona, e sobre como restabelecer a segurança no Iraque.A reunião de Teerã também conta com a presença dos secretários-gerais da Liga Árabe, Amre Moussa, e da Organização da Conferência Islâmica (OCI), Ekmeledin Ihsanoglu, assim como de um representante das Nações Unidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.