Países pobres pedem mudanças na regras da OMS

As regras da Organização Mundial da Saúde (OMS) precisam ser modificadas para que países pobres possam ter acesso às drogas usadas em tratamentos de epidemias, concluíram hoje ministros de Saúde que participam de um encontro sobre o tema na África do Sul.A reunião, que teve início hoje e durará até esta terça-feira, conta com a participação de representantes de 33 países, a maioria do Terceiro Mundo. O principal objetivo do encontro é o de traçar uma linha de pensamento único para o chamado Movimento dos Não-Alinhados sobre questões de saúde.Segundo a ministra da Saúde de Botswana, Joy Phumaphi, a autorização da OMS para a produção de drogas genéricas mais baratas e a importação dos remédios mais baratos em casos de emergência é insuficiente para países pobres que precisam dos medicamentos agora."A extensão (das regras da OMS) poderia nos permitir o registro de certas drogas... o que é fundamental para o tratamento de epidemias que estão devastando o mundo no momento, tais como aids, tuberculose e malária", disse ela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.