Países prometem ajuda à região

Em meio ao conflito entre Israel e o Hamas na Faixa de Gaza, vários países começaram a se mobilizar para enviar ajuda humanitária aos 1,5 milhão de moradores do território palestino, bloqueado por Israel desde que o grupo radical islâmico venceu as eleições parlamentares de janeiro de 2006.A Grã-Bretanha prometeu ontem US$ 10 milhões em ajuda de emergência para a Faixa de Gaza. O secretário de Desenvolvimento Internacional, Douglas Alexander, disse que o dinheiro ajudará no fornecimento de alimento e combustível para os palestinos. Os suprimentos básicos estão acabando em Gaza e os constantes cortes de energia estão afetando todo o território. Os hospitais, que estão sem medicamentos, estão lutando para atender o elevado número de feridos e correm o risco de ficar sem combustível para seus geradores.Israel disse que enviará 106 caminhões com ajuda humanitária. A China prometeu US$ 1 milhão para a Autoridade Palestina comprar o material mais necessário. A Noruega ofereceu US$ 4,3 milhões em ajuda humanitária. O Líbano prometeu doar US$ 1 milhão e o Irã disse que enviará domingo um avião com ajuda. Os EUA anunciaram que darão US$ 85 milhões à agência da ONU que dá assistência aos refugiados palestinos em Gaza, Cisjordânia, Líbano e Síria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.