Palestina propõe governo de unidade com Hamas

O primeiro-ministro palestino Salam Fayyad propôs a formação de um governo de unidade com o grupo militante rival Hamas, na expectativa de preparar o caminho para eleições nacionais neste ano. Em sua proposta, Fayyad diz que muitos detalhes ainda precisam ser trabalhados. Ele avalia que o Hamas pode permanecer no poder na Faixa de Gaza, desde que preserve um cessar fogo com Israel. Fayyad continuaria governando da Cisjordânia.

AE, Agência Estado

20 de fevereiro de 2011 | 15h12

Os palestinos estão divididos desde que o Hamas invadiu violentamente a Faixa de Gaza, em 2007. Influenciado por protestos pró-democracia em diversos países do Oriente Médico, o presidente Mahmoud Abbas marcou eleições para setembro. Abbas sinalizou que pode revogar as eleições se o Hamas boicotar a votação. No entanto, Fayyad explicou que os planos de Abbas envolvem garantir que as eleições ocorram. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
palestinaFayyadHamasGaza

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.