Palestino armado invade embaixada da Turquia em Israel

Homem teria feito reféns e ficado ferido em tiroteio; não está claro o que ele quer.

BBC Brasil, BBC

17 de agosto de 2010 | 17h39

A embaixada da Turquia em Israel, em Tel Aviv, foi palco de um tiroteio nesta terça-feira depois que um homem armado invadiu o local.

O homem, que foi identificado como Nadim Injaz, um palestino da cidade de Ramallah, teria feito dois reféns, que depois foram libertados ou conseguiram fugir.

Há informações de que o palestino teria ficado ferido no tiroteio.

Não estão claros os motivos do homem, embora alguns relatos digam que ele exigiu receber asilo na Turquia.

A imprensa israelense disse que a polícia não recebeu autorização para entrar e que seguranças da própria embaixada estão lidando com o incidente.

Imagens divulgadas pela TV mostram policiais israelenses e ambulâncias do lado de fora da embaixada.

Desequilíbrio

Injaz - que teria subido para o último andar do prédio após ser baleado e libertar seus reféns, que seriam o cônsul turco e sua mulher - tem um histórico de desequilíbrio mental.

No passado, ele afirmou ter trabalhado para o serviço secreto israelense e que está sendo perseguido pela instituição.

Em 2006 ele também invadiu a embaixada britânica em Tel Aviv e exigiu asilo.

As relações Israel e a Turquia ficaram estremecidas em maio, quando nove turcos foram mortos por uma operação militar israelense em barcos que tentavam furar o bloqueio israelense a Gaza para entregar ajuda humanitária.

A Turquia retirou seu embaixador do país após o incidente e exigiu um pedido de desculpas.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
tel avivisraelembaixadaturquia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.