Palestino escala parede de hospital para observar mãe internada com covid-19

Por cinco dias, Jihad Al-Suwaiti subia até o segundo andar do hospital para observar a mãe na UTI até sua morte, no dia 16; história tem sido amplamente compartilhada nas redes sociais

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de julho de 2020 | 16h55

RAMALLAH - A história de um jovem palestino que escalou a parede de um hospital para poder ver sua mãe internada com covid-19 em um hospital na Cisjordânia tem sido amplamente compartilhada nas redes sociais, comovendo internautas por todo o mundo. 

As imagens foram publicadas no Facebook pelo site em francês ligado à emissora Al-Jazeera, o AJ+, que explicou que o rapaz, Jihad Al-Suwaiti, de 30 anos, subia as paredes do Hospital Estadual de Hebron para observar a mãe, Rasmi Suwaiti, de 73 anos. A mulher, que já tratava uma leucemia antes de ser diagnosticada com covid-19, morreu no dia 16 de julho. 

A história também foi publicada no Twitter pelo CEO da organização Patriotic Vision e ativista dos direitos humanos Mohamad Safa, ganhando ainda mais visibilidade e compartilhada mais de 200 mil vezes. 

Segundo o AJ+, Al-Suwaiti conseguiu entrar no quarto da unidade de tratamento intensivo uma vez para dizer adeus à mãe antes de ela morrer. 

Segundo relatos locais, mãe e filho são da cidade de Beit Awwa, na Cisjordânia. Uma reportagem do site britânico The Mirror, citando fontes do hospital, afirma que o rapaz escalava a parede pelos canos para sentar na janela do segundo andar e observar a mãe. 

 

A fonte do hospital relatou que ele passava a maior parte do seu dia do lado de fora da janela e somente descia depois de ter certeza que a mãe já havia adormecido. 

De acordo com o Mirror, o hospital instruiu ao rapaz a não escalar o prédio por razões de segurança, mas ele se recusou a seguir o conselho e continuou a fazer isso todos os cinco dias em que a mãe ficou internada. 

 

"Ele era muito próximo da nossa mãe, especialmente depois que nosso pai morreu, há 15 anos", disse um irmão de Jihad, segundo relatos da imprensa local. 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Cisjordâniacoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.