Palestinos adiam eleição e ampliam mandato de Abbas

O Comitê Eleitoral Palestino, responsável por realizar as eleições de janeiro, anunciou ontem a suspensão por tempo indeterminado do processo. Segundo Yasser Abed Rabo, secretário-geral do comitê, o objetivo é "impedir uma maior divisão entre Cisjordânia, Jerusalém Oriental e Faixa de Gaza". A cúpula da Autoridade Palestina decidiu estender o mandato do presidente Mahmoud Abbas até que a crise esteja resolvida. Mas Abbas já disse que não será candidato nas próximas eleições. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.