Palestinos ameaçam deixar de reconhecer Israel

A Autoridade Palestina (ANP) ameaçou retirar o reconhecimento do Estado de Israel no caso de um ataque contra seu presidente, Yasser Arafat. "A vida do presidente Arafat corre grave perigo. A situação atual exige, tão rápido quanto possível, uma posição unânime", declarou o conselheiro de Arafat, Ahmed Abdel Rahman.Na semana passada, o primeiro-ministro israelense, Ariel Sharon, afirmou não se sentir mais comprometido com a promessa feita ao presidente dos EUA, George W. Bush, de não causar nenhum dano físico a Arafat. Ele fez essa declaração dias depois de encontrar-se com Bush em Washington e, também, após ter ordenado o assassinato de dois dirigentes do grupo islâmico Hamas.Sharon, por sua vez, ameaçou "dar uma resposta ainda mais dura" se palestinos da Faixa de Gaza atacarem israelenses depois de o país remover as colônias judaicas e tropas da maior parte do território. Hoje, tropas israelenses mataram dois militantes islâmicos na Cisjordânia. Nos últimos dez dias, forças de Israel já mataram pelo menos 34 palestinos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.