Palestinos atacam e Israel mantém bloqueio em Gaza

Militantes palestinos atacaram hoje com foguetes a importante cidade de Ashkelon, 17 quilômetros ao norte da Faixa de Gaza. O primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, qualificou esses ataques como uma "violação fundamental" ao cessar-fogo de cinco meses entre Israel e o Hamas. Olmert disse que seu país continuará pressionando o Hamas, mantendo as fronteiras de Gaza fechadas e outros meios não especificados. Isso pode ser uma senha para uma eventual ação militar israelense em Gaza.Onze militantes foram mortos em mais de uma semana de confrontos. Perto de 140 foguetes foram lançados de Gaza no território israelense. A União Européia pediu hoje que Israel reabra as fronteiras, pois a restrição impossibilita a assistência humanitária aos palestinos. Com 120 mil moradores, Ashkelon é a maior localidade entre os possíveis alvos de foguetes lançados por militantes. No passado, Israel respondeu de forma dura aos ataques na cidade.

AE-AP, Agencia Estado

14 de novembro de 2008 | 15h23

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelpalestinosGaza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.