Palestinos atacam no norte da Cisjordânia

Combatentes palestinos lançaram hoje uma série de ataques no norte da Cisjordânia, incluindo uma emboscada na qual morreu um colono israelense. O grupo as Brigadas dos Mártires de Al Aqsa assumiu responsabilidade pelos ataques, afirmando que foram uma resposta ao assassinato de seu líder por parte dos israelenses na semana passada.Em outra região da Cisjordânia, o Exército israelense matou um palestino que disparou contra soldados que faziam a segurança de uma colônia próxima a Naplusa. Os palestinos disseram que o combatente morto era um dirigente local do grupo Jihad Islâmica.A emboscada na Cisjordânia ocorreu ao amanhecer em uma área próxima a Jenin. De acordo com o Exército, o condutor do automóvel, que era um residente do assentamento Mevo Dotan, morreu e a mulher dele estava sendo tratada em um hospital.Na Faixa de Gaza, palestinos lançaram foguetes caseiros contra alvos israelenses, apesar de haver uma grande operação no norte da região a fim de impedir tais ataques. Não há informações sobre feridos.Também hoje, a polícia israelense de fronteira matou um trabalhador palestino ao oeste de Jerusalém. O homem conduzia uma picape cheia de trabalhadores que ingressaram ilegalmente em Israel, disse a polícia. Segundo as autoridades israelenses, o homem ignorou as ordens para parar e foi baleado depois que acelerou o veículo para fugir.

Agencia Estado,

04 de julho de 2004 | 14h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.