Palestinos atiram em ministro da defesa de Israel

Franco-atiradores palestinos dispararam hoje contra o novo ministro da Defesa de Israel, Binyamin Ben-Eliezer, quando ele fazia uma visita de reconhecimento às posições israelenses na Faixa de Gaza, disseram testemunhas. O Exército não fez comentários imediatos sobre o incidente. Binyamin Ben-Eliezer, um general da reserva, estava visitando tropas na Faixa de Gaza em seu terceiro dia no cargo e não vestia colete à prova de balas nem capacete, contrariando ordens oficiais, afirmaram repórteres israelenses que acompanhavam o ministro.Do telhado do quartel-general do exército israelense em Gush Katif, o general de brigada Yair Naveh mostrava a Ben-Eliezer as posições do exército nas proximidades da cidade palestina de Khan Yunis quando ouviu-se um disparo e uma bala passou sobre a cabeça dos militares. Agentes de segurança de Ben-Eliezer o puxaram para trás e tentaram convencê-lo a colocar um colete à prova de balas e um capacete, mas ele se recusou.O comandante do Estado Maior do Exército, tenente-general Shaul Mofaz, e outros oficiais levaram o ministro para baixo. Enquanto era levado para seu carro protegido por um barreira de agentes de segurança, outro tiro foi ouvido. Ninguém foi atingido pelos disparos. Ben-Eliezer é ex-comandante das Forças Israelenses na Cisjordânia. Durante uma visita à região na manhã de hoje, ele afirmou que Israel não está atacando a população palestina e que o novo governo de Ariel Sharon quer que os palestinos retornem à mesa de negociação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.