Palestinos e israelenses retomam diálogo

A segurança para os israelenses e o "mapa da estrada" - plano de paz proposto pela União Européia, ONU, EUA e Rússia - serão os temas que irão dominar a reunião de hoje à noite entre os primeiros-ministros da Autoridade Palestina (AP), o recém-nomeado Mahmud Abbas, e o de Israel, Ariel Sharon. As conversações, marcadas para as 21h30 (horário local) na residência de Sharon em Jerusalém, seriam as primeiras entre dirigentes dos dois lados desde setembro de 2001.A AP aceitou o mapa da estrada, mas Sharon listou 15 objeções, que pretende expor primeiro ao presidente dos EUA, George W. Bush, esta semana em Washington. No entanto, a Rádio Israel antecipou que ele proporia a retirada de tropas do norte da Faixa de Gaza como uma "experiência". A AP ficaria encarregada da segurança da área e teria de evitar que o grupo Hamas continue lançando foguetes do tipo Qassam contra o território israelense.Ainda hoje, Abbas aceitou a renúncia do chefe dos negociadores palestinos, Saeb Erekat. Ele se demitiu na sexta-feira por não ter sido incluído na delegação que se reuniria hoje com Sharon.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.