Majed Jaber/Reuters
Majed Jaber/Reuters

Palestinos felicitam Obama e pedem apoio perante a ONU

Palestina quer reconhecimento de Estado observador; pedido será apresentado neste mês

estadão.com.br,

07 de novembro de 2012 | 10h51

RAMALA - O negociador-chefe da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), Saeb Erekat, felicitou nesta quarta-feira, 7, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, por sua reeleição e aproveitou para solicitar apoio ao pedido de reconhecimento como Estado observador que os palestinos apresentarão neste mês à ONU. "Espero que seu êxito (nas eleições) permita que as autoridades americanas estejam do lado dos palestinos no pedido de reconhecimento à ONU", afirmou Erekat à imprensa local.

Para não comprometer sua reeleição, Obama pediu há alguns meses que Ramala congelasse o pedido de reconhecimento como Estado observador em uma votação que será realizada na Assembleia-Geral. Os palestinos contam com apoio majoritário, mas desejam que as principais potências do mundo, incluindo os EUA e as europeias, também estejam a favor.

Em outubro, os EUA manifestaram que a candidatura palestina na ONU prejudicaria processo de paz com Israel. "Ações unilaterais, incluindo as iniciativas para conceder aos palestinos o status de Estado observador não membro nas Nações Unidas apenas colocariam em perigo o processo de paz e complicariam os esforços para levar as partes de volta às negociações diretas", disse, na ocasião, a embaixadora norte-americana na ONU, Susan Rice, ao Conselho de Segurança.

Com Efe

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.