Palestinos não chegam a acordo sobre cessar-fogo

O grupo fundamentalista islâmico Hamas equatro outras facções palestinas menores rejeitaram hoje uma proposta de oferecer a Israel uma ampla trégua sob acondição de que interrompa sua política de assassinato demilitantes. Depois de três dias de negociações no Cairo com líderes daAutoridade Palestina (AP) - controlada pela Fatah, a facção dopresidente Yasser Arafat -, o Hamas e aliados concordaram apenasem pôr fim aos ataques contra civis em Israel, mas se recusarama incluir na trégua os soldados israelenses e os colonos judeusnos territórios ocupados.Altos funcionários israelenses deixaram claro que o país nãoaceitaria uma trégua pela metade e isso não iria impedir oExército de agir contra os militantes palestinos. "Ao rejeitarem um cessar-fogo, eles estão minando ou retardandoo processo pelo qual os palestinos podem alcançar um Estado",afirmou Raanan Gisssin porta-voz do primeiro-ministro ArielSharon.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.