Palestinos querem deixar o Brasil

Vindo do Iraque, grupo diz que ONU não cumpriu promessas

O Estadao de S.Paulo

24 de junho de 2008 | 00h00

Nove refugiados palestinos estão acampados diante da sede do Alto Comissariado da ONU para Refugiados (Acnur) em Brasília, exigindo que sejam enviados para outro país. Os refugiados acusam o Acnur de não cumprir as promessas feitas pela ONU quando viviam em um acampamento na fronteira entre Iraque, Síria e Jordânia.Eles fazem parte de um grupo de cerca de cem refugiados palestinos que chegou ao Brasil no ano passado e foi assentado em Santa Maria (RS) e em Mogi Mirim (SP).Eles reclamam que a ajuda de custo oferecida pelo Acnur (R$ 350) é muito pequena e dizem que não conseguem estudar português, porque trabalham cerca de 11 horas por dia. O Acnur reconhece que o processo de integração é difícil, mas diz que os pedidos podem ser atendidos no Brasil, sem a necessidade de haver mudança para outros países.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.