Palestinos querem envio de prisioneiros da Natividade a Gaza

Os palestinos propuseram durante reunião com representantes de Israel, realizada esta manhã, que os homens presos dentro da Basílica da Natividade sejam levados à Faixa de Gaza. O prefeito de Belém, Hanna Nasser, disse que os representantes israelenses não rejeitaram o plano e afirmaram que devem dar uma resposta no próximo encontro, ainda hoje. No entanto, Israel tem dito que não libertará os palestinos que encontram-se dentro da igreja, os quais considera terroristas. Os israelenses querem julgá-los em Israel ou enviá-los ao exílio. Nasser afirmou que as duas possibilidades não são aceitas pelos palestinos. Em discurso na televisão local, o primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, reiterou seu pedido para realização de conferência de paz. Ele descreveu ainda um plano de paz composto por três partes, que seria iniciado com o fim da violência. A segunda parte seria composta por um acordo imediato de suspensão do conflito entre israelenses e palestinos; a terceira, acordo permanente com estabelecimento das fronteiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.