Palestinos recebem resultados de exumação de Arafat

A comissão que investiga a morte do ex-líder palestino Yasser Arafat recebeu hoje os aguardados resultados dos testes sobre as causas da morte do então presidente da Autoridade Palestina. Os resultados dos testes, conduzidos por um laboratório suíço, foram entregues à comissão em Genebra.

AE, Agência Estado

05 de novembro de 2013 | 15h56

De acordo com Tawfik Tirawi, que preside a agência de inteligência palestina, os resultados serão estudados antes de serem divulgados.

Arafat, que presidiu a Autoridade Palestina por um longo período, morreu num hospital francês em 2004, mas a causa de sua morte nunca foi determinada. Muitos palestinos acreditam que Israel envenenou Arafat, uma acusação que Israel nega ser verdadeira.

No ano passado, o laboratório suíço descobriu vestígios de polônio-210, um metal radioativo, nas roupas fornecidas pela viúva de Arafat. Mais amostras foram recolhidas na exumação do corpo do ex-líder palestino, sepultado na Cisjordânia. O polônio se desintegra rapidamente, e especialistas alertaram que muito tempo pode ter se passado para chegar a um resultado conclusivo. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
PalestinaArafatexumação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.