Palestinos rejeitam nova proposta de diálogo de Israel

Ramallah, Cisjordânia, 13 - Representantes da Autoridade Nacional Palestina rejeitaram neste domingo a última proposta israelense para a retomada de conversações de paz. No sábado à noite, Yitzhak Mocho, enviado especial do primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, entregou uma carta com as propostas ao presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas.

Agência Estado

13 Maio 2012 | 18h20

Segundo Wasel Abu Yusuf, integrante do Comitê Executivo da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), a carta "fala em um Estado judeu junto a um Estado palestino viável" e reitera a posição de Netanyahu de que as conversações de paz devem ser retomadas sem condições prévias, mas não faz referências às principais reivindicações palestinas, que constam dos acordos de paz já existentes de Oslo, Madri e Camp David: a interrupção do estabelecimento de novos assentamentos exclusivos para judeus em terras palestinas, a volta às fronteiras de 1967 e o "direito de retorno" dos palestinos forçados ao exílio.

Em comunicado, o Comitê Executivo da OLP diz que a carta de Netanyahu "não inclui respostas claras às questões centrais que estão minando a retomada do processo de paz". Abbas deverá consultar líderes árabes nos próximos dias, antes de formular uma resposta formal à proposta do primeiro-ministro israelense. As informações são da Associated Press. (Equipe AE)

Mais conteúdo sobre:
Palestina Israel OLP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.